Ela sempre estava ali mesmo que eu não pedisse, mas que ela sabia que eu precisava. Ela sempre sorria na multidão , mas eu sei que chorava no calado. Hoje eu entendo que ela não quis me preocupar com o caos que ela era quando ninguém olhava.

Eu queria gostar dela, como ela gostava de mim, mas eu não conseguir. Talvez por acreditar tanto que ela é a mulher mais forte que já conheci, nada abala, nem mesmo a possibilidade de um amor. Pra que eu tentaria né?

Ela me respondia rápido, sorria alto, não se zangava com minhas piadas e ainda enfatizava as mesmas.
Ela dorme como se fosse indefesa do meu colo, mas eu sei que ela de indefesa não tem nada. Ela lutava batalhas que nem eram suas, só pra me ver bem.

Mas o tempo passou e eu descobri que além de forte, ela foi paciente, discreta, e tolerante.

Ela continua sendo a mesma pessoa, só que não pra mim. Eu esqueci de dizer que fui perdendo ela todo dia.
Um belo dia eu avistei ela do mesmo jeito quando a conheci, o batom vermelho destacava seu sorriso, mas o seu olhar tinha a direção de outro alguém.
Um cara tão ousado quanto ela, tão corajoso ao ponto de convencê-la que merecia um amor tão incrível quanto ela.
Uma parceira, amiga, amante e dona do coração de um homem à sua altura.

Esther Silva #euvolteiaescrever

https://www.instagram.com/p/CBOQH3IJZoCvC37RBey3WAXbxKjQFumX_HbPgk0/?igshid=1ll4bxh6p9sy7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui