Posse do vice-governador deve acontecer em abril de 2022, quando Dino irá se desincompatibilizar para disputar um cargo ainda indefinido nas eleições vindouras.

A declaração foi tornada pública ao jornalista Cabalau, do "Quadro Bastidores", dentro do Programa de TV Bom Dia Mirante.

A declaração foi tornada pública ao jornalista Cabalau, do “Quadro Bastidores”, dentro do TV Bom Dia Mirante.

Em entrevista ao “Quadro Bastidores” – dentro do telejornal do Bom Dia Mirante – exibido na manhã desta quarta-feira (23), o governador Flávio Dino (PCdoB) declarou que pretende deixar o posto estadual em abril de 2022 para concorrer às eleições, mas não especificou o cargo.

Desta forma, quem assumirá o governo do Maranhão em definitivo é o vice-governador Carlos Brandão (Republicanos). Dino disse também que é natural vários pré-candidatos a governador se projetarem, porém entende que no momento certo, eles vão ceder e aceitar o melhor nome para a disputa pelo governo estadual.

“Provavelmente, devo concorrer às eleições e, por imperativos legais, devo deixar o governo em abril de 2022. Temos uma longa estrada até lá, são praticamente 15 meses pela frente. Então, minha intenção é deixar tudo pactuado no que se refere a governo, vice-governador, senado, chapas, ao longo de 2021, para que a gente entre em 2022 com a casa arrumada”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui