Uma contratação suspeita feita pela gestão de Fred Maia parece ter levado os recursos da Covid-19 para empresa com logradouro no Condomínio Gran Village Araçagy, em São José de Ribamar. Com nome empresarial de Marilis da Graça Silva Lima, a Quality Serviços de Saúde alugou para a gestão municipal equipamentos como ventiladores e vendeu itens superfaturados em mais de 433%. O valor total do contrato foi de R$ 192.488,00.

A máscara cirúrgica, por exemplo, foi comprada por R$ 2,99 a unidade, mais de 5 vezes o valor real que é de R$ 0,56, já que a caixa com 50 unidades pode custar R$ 28,49. Ou seja, item superfaturado em 433%. Outro itens que se destaca na compra é o aparelho de pressão arterial de R$ 107,00, mas que foi comprado por R$ 135,00, com 26% de superfaturamento.

Além do superfaturamento dos itens, o valor do aluguel poderia na verdade contribuir com a aquisição permanente dos equipamentos, mas a gestão de Fred Maia preferiu alugar os mesmos pelo período de apenas seis meses, beneficiando a prestadora do serviço.

A Quality Serviços de Saúde também foi beneficiada em contrato de R$ 8.044,20 realizado para a capacitação dos servidores da Saúde para a prevenção da transmissão de agentes infecciosos, manejo adequado na assistência e uso correto e seguro dos EPIs.

São muitas inconsistências, por isso os contratos da Covid-19 em Trizidela devem ser investigados, até mesmo porque muitos podem ter se beneficiado com esses recursos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui