Reunir-se e abraçar familiares e amigos têm sido atos cada vez mais valorizados depois de dois anos de pandemia, com muitas e necessárias restrições para o convívio social. E neste 1º de maio, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secma), lançou o Maranhão de Reencontros – evento que vai receber até o fim de junho grandes nomes da música maranhense.

“Estamos aqui na Lagoa da Jansen, na famosa Concha Acústica, por deliberação do governador Carlos Brandão. Dois anos de espera, a gente começa a incentivar e fazer uma prévia do nosso São João. Todos os domingos a gente terá uma programação para a família”, informou o secretário de Cultura, Paulo Victor.

Como disse o secretário, o evento é uma prévia junina que vai acontecer todos os domingos na Concha Acústica da Lagoa da Jansen, sempre com uma diversificada programação, a partir das 17h30, até 26 de junho. E o pontapé inicial foi com o Cacuriá de Dona Teté, o cantor e compositor Mano Borges e o Boi de Morros, para matar a saudade de quem aprecia um ótimo sotaque de orquestra. Houve ainda música eletrônica na abertura e nos intervalos entre as atrações.

Presente na festa, o secretário-chefe da Casa Civil, Sebastião Madeira, comentou sobre o esforço do governador Carlos Brandão para fazer desse período junino o melhor e mais longo do estado.

“Depois de uma pandemia, sem haver essa festividade, a população do Maranhão, e de São Luís, especialmente, está sedenta. E o governador Carlos Brandão, atendendo ao apelo, dobrou a festa, dobrou o período e quer fazer o maior São João que já teve”, disse Madeira.

Mas não apenas de arte será marcado esse grande momento de reencontros. Uma estrutura foi preparada para o melhor conforto do público e também para fomentar a economia local, ao disponibilizar uma praça de alimentação. Na estreia do evento, participaram empreendedores do Mais Renda – programa de iniciativa da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes) -, os quais foram beneficiados com equipamentos da área de alimentação. As opções de alimentos vão de churros, crepe, hotdog a churrasco.

A empreendedora Taylane Bastos, inserida no Mais Renda, reconhece a importância do programa que incentiva a comercialização de produtos. “[O programa] é muito importante, porque antes eu ficava em casa, e com o Mais Renda tenho uma renda a mais pra me ajudar”, afirmou a beneficiária.

“Estou desempregado há tempo, e isso aqui me deu uma renda bacana na porta de casa, porque essa é segunda vez que saio da porta de casa, onde já tenho uma clientela boa. E agora com a chegada do São João, eles [o governo do Estado] vão botar a gente lá, aí o bicho vai pegar”, comemorou o também beneficiário do Mais Renda, Bartolomeu Maranhão.

Também estiveram presentes no Maranhão de Reencontros os secretários Cassiano Pereira (Indústria e Comércio); Raysa Queiroz (Meio Ambiente e Recursos Naturais); Célia Salazar (Mulher); Paulo Matos (Turismo); Pedro Chagas (Gestão, Patrimônio e Assistência dos Servidores do Estado); Amanda Costa (Direitos Humanos e Participação Popular); o presidente do Maranhão Parcerias, Antônio Nunes; e a chefe do Cerimonial de Governo do Estado, Walquíria Moraes; além dos vereadores Antônio Garcês, Andrey Monteiro e Ribeiro Neto e da covereadora Flávia Almeida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui