O titular da Promotoria de Justiça da Controle Externo da Atividade Policial, Cláudio Guimarães, já foi acusado pela Controladoria Geral da União (CGU) de não cumprir a carga horária de professor na Universidade Federal do Maranhão (Ufma).

O órgão de controle realizou um auditoria na Instituição federal educacional onde constatou diversas irregularidade, inclusive a ausência na sala de aula de Cláudio Guimarães como professor.

À época, a CGU afirmou que o promotor não estava conseguindo conciliar o seu trabalho de professor com as atividades da Procuradoria Geral de Justiça.

Além disso, a Controladoria também descobriu que Guimarães atuava como professor no Centro Universitário do Maranhão (Ceuma) no mesmo período que deveria estar trabalhando na Ufma .

O promotor declarou que estava licenciado do cargo de professor da Ufma, sem receber vencimentos, e que estava ciente de um processo administrativo estava tramitando por acúmulo ilegal de cargo e por isso iria pedir exoneração da Universidade Federal.

O Blog do Neto Ferreira apurou que Cláudio Guimarães continua exercendo as atividades no departamento do curso de Direito da Ufma como professor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui